O que é?

O termo geração distribuída implica que a geração deixa de ser centralizada em uma só fonte, e cada Unidade Consumidora passa a gerar sua própria energia ou injetar uma parcela na rede de distribuição.

A diferença entre microgeração e minigeração está nos valores em kWp de capacidade instalada no sistema gerador fotovoltaico. Microgeração está limitada a 75 kWp, enquanto a minigeração será maior que 75 kWp e menor que 5 MWp.

Sustentabilidade:

Os Painéis fotovoltaicos são 99% recicláveis e produzem energia elétrica por mais de 40 anos sem poluir ou contribuir de qualquer forma com o aquecimento global. Desta forma a energia solar é uma das fontes mais limpas, renováveis e abundante de energia do mundo!

A micro e mini geração distribuída que é basicamente produzir a energia no seu ponto de consumo, como por exemplo no telhado de sua casa ou empresa, é a forma mais inteligente de se expandir a matriz energética Brasileira pelo simples fato de que você gera a energia no mesmo local em que consome ela, desta forma não existe a necessidade de se construir linhas de transmissão gigantes ou inundar mais rios para gerar mais energia. Basta você usar o seu telhado!

A economia gerada ao longo da vida útil de um sistema de microgeração de energia solar é enorme. Exemplo:
- Uma casa que tem uma conta de luz de R$ 500/mês precisará investir aproximadamente R$30.000,00 para reduzir em 90% a sua conta de Luz para os próximos 30 anos. Ou Seja, com um investimento equivalente a de um carro usado você terá uma economia de mais de R$160.000,00 ao longo da vida útil dele.

As tarifas de energia elétrica são tudo menos previsíveis. Isso acontece devido a um péssimo planejamento do setor elétrico brasileiro e as constantes intervenções desastradas do Governo. Exemplo: a redução da tarifa de energia em 2012, com intuito de favorecer uma campanha política se provou em 2015 um desastre completo.

Ficou interessado?